Make your own free website on Tripod.com

 

Akasha Yama

 

Akasha Yama

Nome: Akasha Yama


Profissão: Nenhuma (é muito nova para ser estudante de Hogwarts)


Lugar de Nascimento: Newcastle - Inglaterra


Data de Nascimento: 27/03/1994 [12:53pm]


Signo Astrológico: Áries com ascendente em Leão


Familiares conhecidos: Sean Yama [pai], Vydia Yama [mãe], ambos mortos. Ananda Yama [irmã mais nova], Merielle Liverpool [mãe adotiva], Drake Liverpool [irmão adotivo], Romulo Wolf [padrinho]


Casa: Nenhuma


Altura: 1,34m


Peso: 26Kg


Olhos: castanhos escuros


Cabelo: castanhos escuros, lisos e compridos.


Outras características físicas marcantes: Usa franjinha.

Filiação: Sean Yama [pai], Vydia Yama [mãe], ambos bruxos e mortos

Histórico: Akasha é filha de Vydia Yama, a melhor amiga de Merielle, desde os tempos de escola. Vydia, apesar de ter estudado na Sonserina, encontrou em Merielle uma amiga para todas as horas ( exceto quando estavam em seus respectivos salões comunais ;-) ). Depois de se formar, Vydia foi trabalhar para o Ministério da Magia, como espiã infiltrada entre Comensais da Morte. Conheceu, apaixonou e casou-se com outro espião do Ministério, Sean Yama. Eles relutaram muito em ter filhos, por causa do perigo de serem descobertos, mas a gravidez não planejada de Vydia colocou por terra esta decisão, e ela deu à luz a ela, Akasha.

Quando Akasha estava com cinco anos, Vydia engravidou novamente, e logo a pequena Ananda enchia de alegria o lar recém-adquirido dos Yama. Porém a felicidade durou pouco naquela casinha perto do rio, em Newcastle... Quando Akasha estava com quase oito anos, Sean foi assassinado numa emboscada preparada pelos Comensais, que já estavam desconfiados dele. Apesar de estarem sem seu líder, Voldemort, eles ainda eram muito perigosos, e representavam uma séria ameaça à paz que reinava no mundo bruxo. Com a morte de Sean, a vida de Vydia passou a não valer mais nada, e ela sabia que mais dia menos dia também iria morrer. Apesar de ter a casa protegida pelo Ministério, ela sentia que o perigo estava próximo.

Assim sendo, escreveu uma carta-testamento para a sua melhor amiga, Merielle, onde a nomeava tutora-legal de suas duas filhas, herdeiras de tudo que ela possuía. Guardou-a em um local seguro, e avisou ao seu chefe imediato de suas providências.

Numa noite de tempestade, quando os relâmpagos cortavam o céu escuro, e os trovões reboavam ensurdecedores, ela percebeu que sua hora havia chegado. Notara algumas sombras movendo-se sorrateiras no jardim de sua casa. Acordou as filhas, e aproveitando o barulho dos trovões, arrastou o pesado móvel da sala, que escondia um alçapão para um espaço existente debaixo do assoalho. Fez sinal para que as meninas ficassem em silêncio, e falando ao ouvido de Akasha, pediu que esta fugisse pela passagem do rio, e cuidasse de sua irmã. Abraçou as duas fortemente, e as empurrou suavemente alçapão abaixo. Depois, recolocou o móvel no lugar, e limpou a poeira em volta, para que os invasores que já estavam quase arrombando a porta dos fundos não encontrassem suas filhas. Terminou a tempo, pois quando deu por si, um grupo de homens encapuzados estava em sua sala, ameaçando-a com as varinhas em punho.

No alçapão, Akasha e Ananda encolheram-se num canto, ouvindo tudo que se passava na sala acima, sem conseguirem encontrar forças para saírem dali. Ouviram a mãe ser torturada com sucessivos crucios, e seus gritos se misturarem ao barulho dos trovões lá fora. Até que elas ouviram um baque surdo, de um corpo caindo ao chão, e depois passos deixando a casa. E depois, o silêncio. Só depois de algum tempo, os trovões ainda rugindo, foi que Akasha puxou Ananda pela passagem secreta que ia dar na margem do rio, alguns metros longe da casa. Ali, elas procuraram se abrigar da chuva, e ao amanhecer, Akasha deixou a pequena Ananda brincando com uns peixinhos na beira da água, enquanto ia enviar uma coruja para o Ministério, pois sabia que a sua mãe estava morta.

Em seguida, tudo aconteceu num turbilhão. O enterro, a assistente social, a chegada a Hogwarts, o re-encontro com o padrinho Romulo...

Akasha assim que viu Merielle não foi com a cara dela. Não queria outra mãe, queria Vydia. Travou inúmeras discussões com a diretora de Hogwarts, até que esta chamou Astarte, a dona do Orfanato Trasgo da Montanha para fingir que Akasha iria pra lá. A criança revoltou-se mais ainda, fazendo a relação entre Romulo e Merielle ficar balançada.

Para que Akasha não incomodasse no baile de início do ano letivo, Romulo prometeu a ela que lhe mostraria um unicórnio... quando foram conhecer o bichinho, Ananda puxou o pêlo dele, e acabou assustando-o e assustando a irmã, que caiu no rio e foi salva por Merielle. Após isso, Akasha está um pouco menos arredia. Mas ainda não gosta de Merielle.

Personalidade: É uma criança da espécie "peste". Adora provocar os outros, especialmente Merielle. Vive enchendo o saco de Ananda, fazendo-a chorar, sendo seu padrinho Romulo a única pessoa que ela respeita. Mas por dentro ela até que é boazinha...

Peculiaridades: a garotinha sente muita falta da mãe. Seu ponto fraco é a mãe... falar nela, pensar nela... tudo isso deixa Akasha vulnerável.

Preferências: Akasha gosta bastante de jogar xadrez bruxo. Adora joguinhos desse tipo. Também gosta de maltratar os duendes que se escondem perto das estufas e bichinhos de pequeno porte. Adora brincar com os animais.

Trilha Sonora: "Malandragem" - Cássia Eller